Blog

Procissão de Cegos

sexta-feira, agosto 6th, 2010

Numa procissão de cegos eu caminho

Será ela herdeira do Coração de Leão?

Prisioneiro do meu próprio destino

Só ela me libertará desta visão.

A morte pode ser, para alguns, a libertação.

Prefiro a vida, para lutar pela vida.

Quero, com ela, estar em comunhão.

Para dividir minha canção preferida.

Faria dela um quadro se fosse pintor

Só para deixá-la em meu quarto, tão bela.

Dentro de uma moldura de prata e amor

Iluminada por uma perfumada vela.

Mas, como, sou poeta

Lágrima é minha tinta especial

Meu pincel é uma simples caneta

Só a inspiração vem da musa ideal.

Numa procissão de cegos eu caminho

Orientados pela estrela da bondade

Buscando justiça e carinho

Conquisto a eterna felicidade.

Joka Madruga

Leave a Comment